Formas de desbordar o trauma (Mariana Vogt)

Tudo que produz laços emocionais entre

as pessoas tem efeito contrário à guerra 

Freud (1932)

1.

A primeira guerra ou

A Grande

guerra terminou em

11 de novembro de 1918

o encontro de núcleos

formas de

a-

bordar

o indizível

será dia

21 de novembro de 2020

Eu fiquei pensando nos 102 anos

e 10 dias entre A grande guerra

e as formas de a-

bordar o indizível.

Lucíola Macedo fala sobre como Primo Levi

achou um jeito, não

não achou um caminho.

achou uma borda de linguagem,

Como a linguagem diz o que é im

possível de dizer?

Em junho eu li um poema de Laura Pugno

no núcleo e o poema fala sobre

o corpo procurando até a destruição

se necessário.

a Gislaine disse vocês não falaram sobre o assunto

e desde então eu fiquei pensando em como achar uma

borda de linguagem

2.

O traumático está mais ou menos entre

o sumiço da palavra

(mais ou menos aqui)

e um corpo

procurando destruição?

(destruição e morte são a mesma coisa?)

Vocês viram? o traumático des

cola o corpo

Entre 1918 e 2020 mais

precisamente em 1920, Freud escreveu sobre a pulsão de

morte é algo vivo

dentro do corpo.

A Laura Pugno começa o poema assim:

O que sabemos com o corpo?

e agora eu vou começar assim:

Sabemos do vírus dentro do corpo ou com o corpo?

Um dia a Sandra contou que chegou em casa

positivou para Covid-19 e

começou a descontaminar as compras mas

parou o corpo

contaminado.

O vírus é algo vivo

dentro do corpo.

3.

um corpo é como um território

um corpo é como uma árvore caindo

um corpo é como uma exceção

um corpo é como uma captura fora

Duas formas de capturar:

com uma gaiola;

com uma fotografia.

O órgão do fotógrafo é o dedo.

O órgão do soberano é a gaiola?

O fotógrafo Araquém Alcântara fotografou a Amazônia

e a destruição da Amazônia

Vamos abrir o Youtube: Médici na transamazônica

por onde passa o presidente ele sente que a Amazônia

agora é uma terra cheia

de vida.

de vida?

A transamazônica cortou Altamira

O Rio Xingu bordeja Altamira

A belo monte aborta Altamira

O fotógrafo Araquém Alcântara disse

para fotografar um bicho você tem que ficar invisível.

Para capturar um vivo você tem que ficar indizível?

4.

O que a fotografia reproduz ao infinito só ocorreu uma vez

Será necessário repetir mais uma vez?

agora a guerra, não A grande guerra, mas a guerra

perdida

agora o amor, os modos de amar e de se ligar aos objetos tem a ver com o pulsional

de cada um

agora o indizer: ( )

agora a-

(borda)dos tem a ver com olhar por detrás

bordados tem a ver com olhar o contrário

agora vocês me perguntam quem olha o contrário?

quem a-borda

Mariana Vogt

 

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OKSubscrições powered by Strikingly